COMO CIRCULAR EM

O principal setor hoteleiro é Ponta Negra, que concentra pousadas, flats e hotéis (além de muitos bares e restaurantes). Os resorts alinham-se na Via Costeira. E há hospedagens mais distantes do burburinho, nas praias dos municípios de Parnamirim, Nísia Floresta e São José do Mipibu – todas no litoral sul. Depois de Salvador, Natal é a capital do Nordeste com maior concentração de pousadas e hotéis com diárias abaixo de R$ 250 no GUIA BRASIL 2015. Natal tem ainda uma das melhores infraestruturas hoteleiras para crianças. No GUIA BRASIL 2015, são 14 hospedagens com recreação infantil o ano todo, o maior índice entre as capitais. Há resorts e também hotéis mais econômicos com brinquedotecas, como o Sesc Enseada.

A comida típica nordestina é bem-representada pelos estrelados Âncora Caipira, Mangai e Paçoca de Pilão. Uma nova geração de chefs talentosos vem dando as caras em restaurantes como A Cozinharia e Between Food & Gallery, que estreiam nesta edição do GUIA BRASIL. Dois polos gastronômicos concentram a maioria dos endereços: Ponta Negra, a região mais procurada pelos turistas, e Petrópolis, na parte mais antiga da cidade. Camarão – O Rio Grande do Norte é o segundo maior produtor de camarão do país (só perde para o Ceará). Em Natal ele aparece em receitas variadas, com preços mais amigáveis que no resto do Brasil. Quase toda oferta local chega de criações nas lagoas próximas à cidade. Onde comer: Nos restaurantes de pescados indicados – Camarões Potiguar e suas filiais são casas especializadas.